O Programa de Pós-Graduação em Serviço Social (PPGSS), do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA), da Universidade Federal do Pará (UFPA) é constituído pelos Cursos de Mestrado e Doutorado Acadêmico em Serviço Social. O primeiro instituído em 1996, foi reconhecido pela CAPES por meio da Resolução nº 3166/CONSEP, de 03/05/2004, e homologado pela Portaria nº 2878/CNE, de 24/08/2005. O segundo foi reconhecido pela CAPES, a partir de 2017, através da portaria nº 655, publicada no D.O.U. 22/05/2017. A criação do Mestrado e do Doutorado tem como desafio contribuir para o fortalecimento de uma massa crítica de intelectuais na área de Serviço Social, capaz de desenvolver estudos e pesquisas, interpretar e responder às expressões da “questão social” na região amazônica.

Para a composição do corpo de docentes do PPGSS formado por profissionais de Serviço Social, o mencionado Programa, no ano 2000, estabeleceu um convênio de cooperação com a UFRJ, quando foram aprovados para cursar o Doutorado da Escola de Serviço Social da referida instituição, 06 (seis) docentes, vinculados a Faculdade de Serviço Social da UFPA. A partir de 2006, 04 (quatro) desses doutores ingressaram no corpo docente já existente no PPGSS/UFPA, realizando atividades de pesquisas, ensino e orientação aos discentes do Programa. Nesse espaço de tempo, o PPGSS/UFPA formou um quadro próprio e estável de docentes que contribuiu para a sua organicidade.

A primeira dissertação do Curso de Mestrado em Serviço Social-PPGSS/UFPA foi defendida, em 1998, após dois anos de criação do curso e, nos últimos 20 anos este Programa formou 222 Mestres, o que compreende uma média de 11 dissertações produzidas a cada ano, revelando uma reduzida evasão e um número expressivo de Mestres em Serviço Social, com potencial para a verticalização do processo de formação continuada em nível de Doutoramento. Esses dados evidenciam a consolidação do referido Programa de Pós-Graduação na UFPA e a sua importância para o Serviço Social brasileiro, em particular, na região Amazônia.

Os estudos e as pesquisas dos discentes do Curso de Mestrado em Serviço Social no período de 1998 a 2017, que viabilizaram as suas respectivas dissertações, contemplam uma diversidade de temas concernentes às expressões da “questão social” e do Serviço Social, a saber: Trabalho, Políticas Sociais, Políticas Públicas e  Questão Urbana e  Agrária e Serviço Social, Política de Seguridade Social e Serviço Social, Questões Geracionais e Serviço Social, Movimentos Sociais e Serviço Social, Política de Meio  Ambiente e Serviço Social, Questão de Gênero, Sexualidade e Serviço Social, Violência e Serviço Social, Raça/ Etnia e Serviço Social etc.

 O conjunto de dissertações produzidas tem como lócus de pesquisa, além de Belém, capital do estado do Pará, vários municípios paraenses (Ananindeua, Castanhal, Barcarena, Cametá, Soure, Abaetetuba, Moju, Santarém, Vigia, Capanema, Carajás, Colares, Curuçá, Igarapé Miri, Marabá, Marituba, Porto de Moz, São Geraldo do Araguaia, Santo Antônio do Tauá Salinópolis, Inhangapi e Tomé Açu). As pesquisas englobam também outros estados da Amazônia Legal (Amapá, Amazonas, Maranhão e Tocantins) e, mais recentemente outros países, a saber: Haiti, Costa Rica e Honduras devido à origem dos mestrandos e doutorandos.

Com base em pesquisa realizada no Currículo Lattes dos egressos do PPGSS/UFPA, correspondente ao período compreendido entre 2013 e 2017, observa-se, de modo geral que os egressos do PPGSS/UFPA exercem suas atividades em órgãos públicos federais, estaduais e municipais e atuam, principalmente, na área da Seguridade Social (Assistência Social, Saúde e Previdência Social), Educação, Trabalho, Habitação/ Urbanismo e outras. Importa mencionar que, vários egressos foram aprovados por meio de concurso público para o cargo de assistente social e muitos atuam na condição de técnicos ou diretores de projetos sociais. Um número expressivo de egressos do Mestrado e de discentes do Doutorado em Serviço Social (cerca de 30%) exercem cargos de magistério em estabelecimento de ensino superior privado e público como: Universidade Federal do Pará/UFPA (Campus Universitário da UFPA/ Breves-Pará), Universidade do Estado do Pará- UEPA, Universidade Federal do ABC Paulista, Universidade Federal do Tocantins Campus Araguaína-UMA/UFT. Deste percentual, registra-se um número significativo de egressos na condição de docentes em Faculdades Privadas de Serviço Social, tais como: Faculdade Metropolitana da Amazônia/FAMAZ, Faculdade da Amazônia/FAMA, Faculdade Ideal/FACI, Universidade Paulista/UNIP (Polo Belém), Faculdade Pitágoras/Imperatriz-MA, Instituto de Ensino Superior do Sul do Maranhão/IESMA/UNISULMA, além do Tribunal Regional Eleitoral-TRE. Ademais, registram-se egressos do Mestrado aprovados em Doutorados de várias instituições de ensino superior do Brasil a exemplo PUC/São Paulo, Universidade Federal do ABC Paulista, Universidade de Santa Catarina (UFSC) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) além dos doutorandos locais como do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA), Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da UFPA (PPGSA), Programa de Pós- Graduação em Educação (PPGED) e Programa de Pós- Graduação em Economia da UFPA (PPGE). 

Ressalta-se, ainda, que se identificam egressos do PPGSS/UFPA (em torno de 15%) inseridos em vários espaços sócio ocupacionais da profissão de Serviço Social e em outras áreas afins, a saber: docentes do ensino médio da Secretaria de Educação do Estado/SEDUC/PA e do Programa Pro-jovem Urbano da Secretaria de Educação do Município SEMEC/Belém/PA; técnico do quadro da Universidade Federal do Pará (UFPA); técnico do quadro da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA); profissionais inseridos em Organizações Não Governamentais fora do Estado do Pará; assessor técnico do Governo do Estado do Maranhão e assistentes sociais inseridos na Santa Casa de Misericórdia do Pará, no Hospital Militar/SP e Centro Especializado em Reabilitação. 

Em 2016 foi realizado o processo seletivo para a primeira turma do curso de doutorado em Serviço Social/PPGS/UFPA. Importa registrar que o PPGSS e o Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Sustentabilidade na Amazônia, da Universidade Federal do Amazonas/UFAM com o curso de Mestrado Acadêmico são os únicos da área de conhecimento em Serviço Social existentes, em toda a região Norte do Brasil.

No que se refere à cooperação acadêmica, no período de 2004 a 2007 o programa desenvolveu o Projeto “Gestão de políticas públicas na Amazônia”, em cooperação com a UFRJ e financiado pelo CNPq – CT-INFRA/PDACT, tendo possibilitado debates acadêmicos entre os pesquisadores envolvidos no mesmo e a estruturação de grupos de estudos e pesquisas vinculados ao PPGSS, além da aquisição de computadores e impressoras para a montagem do laboratório de informática de uso dos discentes do Programa. A partir dessa cooperação teve lugar, ação em parceria com pesquisadores ligados ao CNRS (França), em particular, com os pesquisadores Thierry Boudoin e Michelli Collin.

No ano de 2008, o PPGSS-UFPA estabeleceu cooperação internacional por meio do Grupo de Pesquisa Trabalho e desenvolvimento na Amazônia com a Universidade de Alicante (Espanha), com o projeto: “El desarrollo Rural, la preservación del medio ambiente y la proteción del patrimonio  en el medio rurala través de tendencias y perspectivas  en Brasil y España”.

Em 2010, nova cooperação acadêmica se efetiva com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) através do Programa Nacional de Cooperação Acadêmica Nova Fronteiras (PROCAD), financiado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), com o projeto intitulado “Questão Social e Direitos Sociais na Amazônia e no Nordeste”. Em 2015, o PPGSS/UFPA avançou no seu o processo internacionalização. Nesse ano foi elaborado um Projeto de Cooperação com o Instituto de Sociologia da Universidade do Porto – Portugal, em articulação com o Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Pernambuco (UFPE). Para tal contou-se com a participação dos professores doutores: Virgílio Borges, docente do mencionado Instituto, que esteve em Belém por uma semana, custeado com recursos oriundos do Programa de Apoio a Cooperação Internacional (PACI) da UFPA e da Profa. Dra. Ana Elizabete Mota (UFPE). Esse Projeto foi submetido ao Programa Geral de Cooperação Internacional - CAPES, (PGCI), não tendo sido aprovado.

Valendo-se do PACI, no ano de 2017, foi elaborado outro Projeto de Cooperação Internacional entre o PPGSS/UFPA e o Instituto de Lisboa – Portugal sob coordenação da profa. Dra. Adriana Azevedo Mathis, que se deslocou para Lisboa por uma semana também custeada pelo referido programa. Esta cooperação resultou no projeto de pesquisa Políticas Familiares Direcionadas para a Conciliação entre Trabalho Profissional e Trabalho Familiar da Mulher Chefe de Família no Brasil e Portugal. O projeto foi encaminhado para compor a proposta da UFPA submetida ao Edital Programa Institucional de Internacionalização (PrInt/Capes 41/2017), cujo objetivo foi incentivar a internacionalização de instituições de ensino superior (IES), como forma de incrementar o impacto da produção acadêmica e científica realizada no âmbito dos programas de pós-graduação. O referido Projeto, também, não foi aprovado, contudo,  este Projeto será apresentado junto a uma agência de fomento em Pesquisa de Portugal, dado interesse do Instituto de Lisboa na efetivação da cooperação. Esse Instituto aceitou a docente do PPGSS-UFPA, Cilene Sebastiana da Conceição Braga, a realizar o seu Pós-Doutoramento sobre a temática do Projeto, durante o período de 2018-2019.

Encontra-se em curso, desde 2016, a construção de uma proposta de Cooperação Internacional com a Universidade de Havana e o PPGSS/UFPA. A propósito, registra-se  que um dos primeiros resultados dessa cooperação foi o aceite da discente do curso de Doutorado em Serviço Social, Rita de Cássia Barbosa, para realizar Doutorado Sanduíche nessa Universidade, haja vista que a mesma foi selecionada por meio do Edital do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE) lançado neste ano de 2017 pela CAPES/MEC.

Registra-se, também, que docentes e discentes do PPGSS tem participado com regularidade de eventos internacionais por meio da apresentação de trabalhos, com destaque para o ano de 2017: - The Work of the Social Worker at the National Institute of Social Security INSS in the Context of Financial Capital (profa. Vera Lúcia Batista Gomes e a discente Leidiany Marque - discente do curso de mestrado em Serviço Social), apresentado no 20 th Biennial International Symposium of Multidisciplanary Education and pratice for social developement, realizado na cidade de  Zagreb – Croácia.

A Profa. Dra Adriana Azevedo Mathis foi conferencista no II Seminário: Sistematización  y analisis de impactos y buenas práticas, em Bogotá-Colômbia, no ano de 2016, com a “Apresentação do diagnóstico sobre transnacionais e direitos humanos no Brasil”, vinculado à pesquisa Políticas de Regulación de las Empresas Transnacionales por Violaciones a los Derechos Humanos en América Latina, financiada pela Fundção Ford, e realizado pela Clínica de Direitos Humanos do Programa de Pós-Graduação em Direito e o Grupo de Pesquisa Trabalho, Direitos Humanos e Seguridade Social, do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social. Apresentou trabalho intitulado "Mining and human right - the case of Brazil", no Seminário de expertos del goal workshop 2017, realizado no ano de 2017, em Monterrey-México, promovido pelo Geo-network of latinamerican-german alumni. Ministrou aula no Doutoramento em Serviço Social no auditório do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL) do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), no ano de 2017, com carga horária de 4h. O Evento realizado no dia 17/10/2017 através da participação do edital 07/2017 do Programa de Apoio à Cooperação Insterinstitucional que conferiu mobilidade internacional entre a Universidade Federal do Pará e o Instituto Universitário de Lisboa.

Ademais, o Programa vem ampliando a sua inserção internacional, também, por meio da participação no Programa de Cooperação Internacional “Alianças para a Educação e Capacitação – PAEC OEA/GCUB/2014, no âmbito do Acordo de Cooperação entre a Organização dos Estados Americanos (OEA) e o Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras (CGUB), que tem por objetivo receber alunos de nível superior residentes nas Américas para cursar a Pós Graduação na UFPA. No ano de 2015, o PPGSS-UFPA recebeu 01 (um) discente, proveniente da República do Haiti, o qual defendeu a sua Dissertação em março de 2017. No ano de 2017, a discente selecionada foi proveniente de Costa Rica.           

 Ademais, importa mencionar que um docente do Programa vem executando o Projeto de Pesquisa intitulado Extermínio da Juventude de Periferia no estado do Pará, financiado pela Fundação Gerda Henkel Stiftung (Alemanha), tendo por objetivo promover a ciência em universidades e institutos de pesquisa, principalmente, apoiando projetos específicos no campo das humanidades que têm um escopo especializado e são limitados no tempo. Uma preocupação especial dessa Fundação é o aprofundamento dos estudos dos pós-graduados. O Projeto envolve 09 (nove) estudantes de graduação e 02 (dois) do curso de mestrado.

Aprovou-se, também, sob coordenação do Profo. Reinaldo Pontes, o edital 04/2018 PACI/PROPESP/PROINT, para a vinda da Profa. Dra Juliana Lando Canga Buza, do Instituto Superior de Serviço Social de Luanda/Angola, para estância em Belém (Pa) no período de 03 a 13/11/2018, objetivando cumprir programação científica, na qual consta a  elaboração de um projeto de pesquisa em cooperação para execução compartilhada entre o Grupo de pesquisa “Grupo de estudos e pesquisas em Serviço Social, Política Social e Formação Profissonal” (GEPSS)/PPGSS/ICSA/UFPA, outros grupos que possuem linhas de pesquisas afins e o ISSS.

Atualmente, o PPGSS conta com um corpo docente formado por 14 (quatorze) docentes, dos quais, 11 (onze) são permanentes, 02 (colaboradores) e 01 (um) professor visitante. Registra-se que um dos professores colaboradores, é a Profa. Dra. Yolanda Aparecida Demétrio Guerra, vinculada ao Programa de Pós-Graduação da Escola de Serviço Social da UFRJ. Dos 14 docentes (permanentes, colaboradores e visitante) a formação graduada em Serviço Social corresponde a 85,7%, adequando-se às orientações da Área de Serviço Social. 02 (dois) professores possuem formação nas seguintes áreas: Ciência Política e em Ciências Socioambientais, os quais são estrangeiros, sendo 01 (um) francês e o outro holandês, ambos radicados no Brasil há muitos anos. O professor visitante possui graduação e doutoramento em Antropologia.

Dentre o total de docentes permanentes, cinco já realizaram estágio Pós-Doutoral, sendo dois em instituições nacionais (UFPE, UFRJ) e três em instituições internacionais (Universidade de Buenos Aires/Argentina, Instituto de Sociologia/Universidade de Letras Porto/Portugal e Universidade Livre de Berlim/Alemanha). Os docentes do PPGSS têm submetido ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) pedidos de Bolsa de Produtividade em Pesquisa, e em 2015, duas docentes foram contempladas com a referida bolsa, na modalidade PQ Nível 2, o que é de grande importância para o avanço das pesquisas do corpo docente do PPGSS, bem como para somar na avaliação do Programa pela CAPES.

Está previsto no Planejamento do Colegiado PPGSS-UFPA, diversas estratégias para ampliar e avançar em outras formas de internacionalização do Programa, a saber: Palestras via skipe com pesquisadores de universidades estrangeiras; incentivo à participação de docentes estrangeiros em Bancas de Exames de Qualificação (mestrado e doutorado) e Defesas de Tese/Dissertação; incentivo a discentes e docentes a aprimorarem a habilidade em língua estrangeira, sobretudo o inglês; incentivo à publicação de artigos em revistas/periódicos qualificados na área de Serviço Social e áreas afins; articular com universidades brasileiras que já possuem cooperação com universidades estrangerias visando à participação de docentes do PPGSS-UFPA.

            O PPGSS tem como área de concentração Serviço Social Trabalho e Políticas Sociais, a qual se vinculam duas linhas de pesquisas, a saber: Linha de Pesquisa 1: Serviço Social e Políticas Sociais na Amazônia e Linha de Pesquisa 2: Serviço Social e Trabalho na Amazônia. As referidas linhas são sustentadas pela produção de conhecimento dos professores e discentes vinculados aos seguintes Grupos de Estudos e Pesquisas, a saber: Grupo de Pesquisa Cidade, Habitação e Espaço Humano (GEP-CIHAB); Grupo de Pesquisa em Políticas Urbanas e Movimentos Sociais (GPPUMA); Grupo de Estudos e Pesquisas Trabalho, Estado e Sociedade na Amazônia (GEP-TESA); Grupo de Estudos e Pesquisa em Serviço Social, Política Social e Formação Profissional (GEPSS); Trabalho, Direitos Humanos e Seguridade Social (TRADHUSS); Grupo de Pesquisa Sociedade, Território e Resistências na Amazônia (GESTERRA).